PlanetGeek

Google reforça pesquisa visual com Google Lens no Assistant

08-02-2023 | 18:30 | Aberto até de Madrugada

A Google volta a reforçar as capacidades de pesquisa visual, com "Screen Search" via Google Lens no Android, e Multisearch para todos.

Sentindo a pressão do ChatGPT e concorrência, a Google esforça-se por mostrar serviço. Uma das vertentes é a pesquisa visual, com a Google a querer facilitar o processo dos utilizadores poderem descobrir coisas sobre tudo o que tiverem no ecrã dos seus smartphones. Essa funcionalidade remonta ao "What's on my screen" que se tinha no tempo do Google Now, mas é agora alimentada pela nova tecnologia do Google Lens, que não só pode reconhecer texto e outros elementos numa imagem, mas até dar informação sobre algo que esteja num vídeo que se esteja a ver.

A ideia é que, desde que esteja no ecrã do smartphone, seja possível obter informação adicional sobre o que se está a ver.
O passo seguinte consiste na expansão das capacidades de encadeamento "Multisearch" das pesquisas. Por exemplo, podemos ter encontrado uma mesa por intermédio de uma fotografia, mas depois pedir mesas idênticas em formato rectangular em vez do formato circular da mesa original que se tinha visto. Ou, uma foto de uns biscoitos poderá de seguida ser complementada pela indicação de "locais próximos", para se saber onde é que se poderá comprá-los.

Ainda assim, por bem vindas que sejam, estas novidades acabam por parecer melhorias mínimas, destinadas apenas a "mostrar serviço" e que não estão ao nível transformador da tecnologia ChatGPT e equivalente.


Pessoalmente, até preferia ver a Google a aplicar um pouco dessa tecnologia para melhorar o sistema de auto-correcção e sugestão do teclado Gboard, que parece ter ficado cada vez pior ao longo dos anos, ao ponto de quase passar mais tempo a corrigir as suas correcções, do que propriamente a escrever (isto quando se tem o modo multi-língua activado, com português e inglês).

Notícias do dia

08-02-2023 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

Microsoft apresenta Bing e Edge com ChatGPT; Samsung recebe mais de 50% do custo de cada Pixel 7 (e falando disso, o Google Pixel 7 está a €589 na Amazon Espanha); o OnePlus Pad chega em Abril mas ainda sem preço anunciado; temos a análise aos Huawei FreeBuds 5i; e a Google vai censurar imagens explícitas nos resultados das pesquisas.

Antes de passarmos às notícias, não deixes de participar no nosso habitual passatempo semanal, que desta vez te pode valer um tapete RGB para rato.

Galaxy S23 suspende carregamento durante jogos

O novo Galaxy S23 vem com um modo interessante para jogadores, que permite desactivar o circuito de carregamento e utilizar a energia directamente do carregador para evitar aquecimento adicional.

O modo "Pause USB Power Delivery" está disponível através do menu Game Booster, e desactiva o carregamento desde que o smartphone tenha um nível de carga superior a 20%.
É algo que, por esta altura, já deveria ser mais comum, pois é bastante frequente estar a jogar enquanto se tem o smartphone a carregar, e isso por vezes resulta em aquecimento excessivo que: 1) prejudica o desempenho dos jogos mais intensivos; 2) prejudica a longevidade da bateria, ao carregá-la com temperaturas mais elevadas.


Google remove reprodução de podcasts dos resultados das pesquisas

Deixa de ser possível ter acesso rápido a um podcast a partir dos resultados das pesquisas no Google.

Em 2019 a Google adicionou um novo formato de resultados para podcasts, que permitia que se pudesse ouvir o podcast directamente a partir dos resultados. Mas, menos de quatro anos mais tarde, mudou de ideias e removeu esse capacidade. Uma opção que espelha a falta de dedicação que a Google teve com o seu sistema de podcasts, e que fez com que a sua aposta mais recente seja a sua integração com o YouTube - embora ainda não esteja disponível globalmente.


Google Bard com resposta incorrecta durante a apresentação

A Google ainda mal acabou de apresentar o Bard - a sua resposta ao ChatGPT - e não demorou a ser alvo de críticas, com uma das imagens usadas pela própria Google durante a sua apresentação a ter um erro factual.

Como exemplo do Bard, a Google mostrou a sua resposta à pergunta "Que novas descobertas do James Webb Space Telescope (JWST) posso dizer ao meu filho de 9 anos?" E o problema é que um dos elementos referidos pelo Bard é que o JWST foi o primeiro a tirar fotografias de um exoplaneta; algo que não é verdade, já que as primeiras fotos de um exoplaneta foram tiradas pelo VLT em 2004.

Pode considerar-se um erro de importância reduzida, mas demonstra as muitas dificuldades de assegurar que este tipo de assistentes AI dêem respostas 100?rtas. E, ao contrário do ChatGPT da OpenAI, não há dúvida que os erros feitos pelo Bard da Google irão sofrer muito mais críticas e escrutínio por parte de todos.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: O primeiro CPU produzido comercialmente foi o Intel 4004. Lançado em 1971, este CPU de 4-bits funcionava a 750 kHz e era constituído por 2250 transístores. Para comparação, um CPU moderno pode contar com 40 mil milhões de transístores e funcionar a mais de 5 GHz.

Google Pixel 7 a €589

08-02-2023 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

Apesar da Google ainda não os vender oficialmente em Portugal, podemos apanhar o Google Pixel 7 e 7 Pro na Amazon Espanha.

Apesar de não haver falta de oferta nos smartphones Android, quem quiser a experiência Android disponibilizada pela Google dará sempre prioridade aos modelos da marca. A mais recente geração Pixel 7 vem com muitas coisas boas, com o modelo normal a vir equipado com um ecrã AMOLED de 6.3" FHD+ a 90 Hz, chipset Tensor G2, 8 GB RAM, 128 GB, câmara principal de 50 MP e 12 MP ultrawide, câmara frontal de 10.8 MP, e bateria de 4355 mAh com carregamento de 20 W e suporte para carregamento wireless (também de 20 W).
O Pixel 7 está disponível por 589 euros na Amazon Espanha, com o modelo Pixel 7 Pro também disponível por 809 euros.

Além de se escapar aos "extras indesejados" de outros fabricantes, a opção pelos Pixel inclui o acesso a algumas funcionalidades que a Google reserva para os seus próprios equipamentos e que nem sempre ficam imediatamente acessíveis nos demais smartphones Android. São também modelos que continuam a ser de referência a nível da qualidade das câmaras, com o Pixel 7 Pro a ter conseguido entrar para o topo da tabela DxOMark.


Acompanha as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Google Maps lança Immersive View para 5 cidades

08-02-2023 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

A Google anunciou algumas novidades para o Google Maps, incluindo o lançamento do modo Immersive View em cinco cidades.

O Immersive View do Google Maps combina informação 3D com os milhões de imagens do Street View para criar uma versão virtual da cidade que permite aos utilizadores ficarem com uma melhor ideia do que será estar no local. É uma tecnologia que a Google tinha mostrado no Google I/O 2022, mas que só agora vai ser disponibilizada, começando por cinco cidades: Londres, Nova Iorque, Los Angeles, São Francisco, e Tóquio. Nos próximos meses será expandida a Amesterdão, Dublin, Florença e Veneza.

Demorou, mas parece que desta vez a Google não quis arriscar-se a ter novo caso ao estilo do LaMDA, que não lançou em nenhum produto para o público - e depois se teve que apressar a fazê-lo devido ao aparecimento do ChatGPT.

Outras novidades prometidas, são as novas "glanceable directions", que permitirão acompanhar a rota mesmo a partir do lock screen, e que também se ajusta automaticamente em caso de necessitar recalcular a rota - e que anteriormente só estava disponível quando se tinha o Google Maps aberto no modo de navegação expandida. Também há melhorias a nível do Live Search com pesquisa e resultados feitos em realidade aumentada; navegação Live View em interior de centros comerciais, aeroportos e estações.

Por fim, para os carros eléctricos com Google Maps, será mais fácil descobrir onde estão os postos de carregamento, indicando postos de carregamento rápido e fazendo sugestões tendo por base o nível de bateria actual, a carga necessária para fazer a viagem, o nível de utilização dos postos, etc.

Is Artificial Intelligence a Good Thing for the Future of PHP Developers

08-02-2023 | 15:11 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
Many professionals worldwide fear for their professional future after the announcement about the possibilities of OpenAI products like ChatGPT.

Therefore it is understandable that they fear that artificial intelligence tools may replace them by doing the work they used to do for customers, and they will lose jobs.

Read this article to learn more about what is possible now to do with artificial intelligence, as well as some advice regarding what you should do regarding Artificial Intelligence to have a better future as a PHP developer.

OnePlus 11 na Europa por €849

08-02-2023 | 14:00 | Aberto até de Madrugada

A OnePlus já apresentou o OnePlus 11 para o mercado ocidental, ficando disponível em Portugal com preço a começar nos 849 euros.

O OnePlus 11 não apresenta qualquer surpresa, uma vez que já tinha direito a sessão de apresentação para a China em Janeiro. Vem equipado com um ecrã AMOLED de 6.7" LTPO 3.0 com resolução de 1440p e ajuste de frequência dinâmico de 1 Hz a 120 Hz; para o CPU a escolha recaiu sobre um Snapdragon 8 Gen 2, acompanhado por 12 GB ou 16 GB de RAM LPDDR5X e 256 GB ou 512 GB UFS 4.0. Nas câmaras, a parceria com a Hasselblad resultou num conjunto de câmara tripla com câmara principal de 50 MP com sensor Sony IMX890 com PDAF e OIS, câmara ultrawide de 48 MP com sensor IMX581 com autofoco que também permite que seja utilizada como macro, e câmara telefoto 2x com sensor de Sony IMX709 de 32 MP. Na frente temos uma câmara frontal de 16 MP em furo no canto superior esquerdo. Temos também uma bateria de 5000 mAh, com capacidade de carregamento rápido de 100 W, e sem carregamento wireless.

O preço no site da OnePlus para Portugal é de 849 euros para o OnePlus 11 de 8+128 GB, e de 919 euros para o de 16+256 GB.

A acompanhá-lo temos também os novos earphones Buds Pro 2, desenvolvidos em parceria com a Dynaudio, e que chegam com 11 mm + 6 mm dual drivers, suporte para Spatial Audio e Dolby Head Tracking para som espacial 3D, e cancelamento de ruído Smart Adaptive Noise Cancellation que promete reduzir até 48 dB do ruído ambiente. Também disponibilizam um modo "transparência" para permitir ouvir o som ambiente ou facilitar conversas sem necessidade de retirar os earphones. A sua caixa suporta carregamento wireless Qi ou via ficha USB-C, e prometem autonomia de até 39 horas sem o cancelamento de ruído activado.

Têm um preço de 179 euros.

TV Box Android da Amazon com malware pré-instalado

08-02-2023 | 13:07 | A Minha Alegre Casinha

Um analista de segurança foi surpreendido ao descobrir que uma box Android comprada na Amazon vinha com malware instalado de origem.

A box Android é um modelo bastante genérico e popular, a T95 com chip AllWinner T616. No entanto, além de fazer aquilo que seria esperado, continha alguns elementos adicionais preocupantes.

Os sinais suspeitos começaram desde logo por usar uma versão do Android com chaves de teste e com o ADB activado, que dá acesso a todo um conjunto de possibilidades de manipular o sistema. Mas a confirmação veio quando, ao fazer aquilo que tinha planeado fazer com a caixa - utilizá-la para instalar o Pi-hole e servir de filtro de acesso à internet - e imediatamente recebeu os alertas de que a caixa estava a tentar aceder a endereços relacionados com servidores de malware.
Uma vez que não conseguiu encontrar um firmware "original" para a caixa, o processo consistiu em remover o máximo de malware que conseguiu, mas havendo um elemento final que parece estar tão integrado no sistema que, a única solução foi deixá-lo permanecer mas bloquear as suas comunicações para que não pudesse efectuar qualquer tarefa maliciosa.

A grande questão será saber se este terá sido um caso isolado, ou se se trata de algo que está a ocorrer em larga escala, com potencialmente milhares de boxes a serem vendidas com este malware pré-instalado.

Este caso relembra também a necessidade de, com cada vez mais dispositivos ligados à internet em nossas casas, ser cada vez mais importante que os routers tenham capacidade para detectar este tipo de ligações potencialmente maliciosas e alertar os utilizadores. Caso contrário, algo deste tipo passaria completamente despercebido à maioria dos utilizadores.

Microsoft apresenta Bing e Edge com ChatGPT

08-02-2023 | 12:00 | Aberto até de Madrugada

A Microsoft já revelou a primeira fase de integração da tecnologia do ChatGPT nos seus produtos, adicionando-a ao Bing e ao Edge.

A Microsoft foi rápida a reagir ao fenómeno ChatGPT e não está disposta a dar tréguas à Google para aproveitá-la de modo a dar aos seus produtos e serviços aquela vantagem extra que tem procurado há décadas.

Os utilizadores poderão começar a tirar partido das impressionantes capacidades do ChatGPT nas pesquisas do Bing e também enquanto visitam a web com o Edge.
A MS também refere que o ChatGPT que está a utilizar é uma versão mais avançada do que aquela que tem dado que falar (provavelmente tirando partido da base de dados de conhecimento do Bing), pelo que vai ser interessante comparar os resultados.
No browser, os utilizadores poderão a qualquer momento recorrer ao ChatGPT para obter informação adicional sobre a página em que estiverem, e daí efectuarem todo o tipo de operações, incluindo transformar a informação de modo a criar um email, novo artigo, etc.

Infelizmente, e ao estilo do Bard da Google, é algo que ainda não está disponível de imediato, com a MS a dizer que estas novidades ficarão disponíveis "nas próximas semanas".


OnePlus Featuring Keyboard 81 Pro

08-02-2023 | 11:00 | Aberto até de Madrugada

A OnePlus apresentou o seu teclado, o primeiro da nova gama "OnePlus Featuring" que visa expandir o nome da marca a outras categorias de produtos.

O teclado OnePlus Featuring Keyboard 81 Pro parece ter por base o Keychron Q1 Pro, mas adiciona alguns elementos marcadamente da marca. É um teclado de 81 teclas, wireless, com iluminação RGB e construção em alumínio. Pode funcionar em modo Bluetooth (5.1) ou usando um cabo USB-C, e tem bateria de 4000 mAh que deverá assegurar uma autonomia de 100 horas com a iluminação RGB no nível mais reduzido.

É disponibilizado em duas variantes de teclas, com clique ou com actualização linear, e cada tecla pode ser facilmente trocada pelos utilizadores se assim o desejarem.
Quanto aos elementos diferenciadores, temos uma tecla rotativa que pode ser configurada para diferentes acções, e também um botão deslizante - tão característico da OnePlus - que é utilizado para seleccionar entre o modo USB ou Bluetooth (ou desligado).

Ao estilo do OnePlus Tab, chegará em Abril mas não foi indicado qualquer preço. Tendo em conta que o Keychron custa mais de 150 euros, e temos estes elementos diferenciadores, não será de surpreender que este teclado vá para perto dos 200 euros ou mais.

Carregador Anker Nano II 65 W GaN a €36

08-02-2023 | 10:00 | Aberto até de Madrugada

Os carregadores podem acompanhar-nos por anos e anos, e este Anker USB-C Nano II 65 W garante que estamos preparados para tirar partido do USB-C até para carregar portáteis.

Com a transição para o USB-C e alguns fabricantes a deixarem de incluir carregadores com os seus produtos, torna-se mais importante que nunca escolher um carregador que nos dê algumas garantias a longo prazo. Este carregador Anker Nano II pode fornecer um total de 65 W mas mantendo um tamanho ultra compacto graças à tecnologia GaN.
Este carregador Anker Nano II está disponível por 36.99 euros na Amazon Espanha.

Como é habitual nos carregadores da marca, conta com tecnologia PowerIQ 3.0 para detecção dos protocolos de carregamento rápido em equipamentos de praticamente todas as marcas; pelo que não só beneficiará equipamentos como portáteis que necessitem de maior potência, como também acelerará o carregamento de smartphones - especialmente agora, em que alguns deles deixaram de trazer carregadores incluídos. E não se esqueçam de juntar um cabo USB-C que permita tirar partido destas potências.


Acompanha as melhores promoções diárias no nosso grupo AadM Promos.

Boas práticas para a sua rede doméstica

08-02-2023 | 09:32 | Apps do Android


Dicas que nos chegam pela mão da TP-Link. 

As redes domésticas são muito úteis para todos e no nosso quotidiano, damos a sua existência como garantida. Mas a verdade é que o caminho que trilhámos até contarmos com cenários em que nos ligamos à Net em menos de um segundo foi sinuoso, com desafios técnicos e de segurança que ameaçaram ao longo dos anos a instalação e utilização das redes.
 
Mesmo nos dias que correm, existem desafios que os utilizadores devem ter em conta quando pensam nas redes das suas casas. Aqui estão algumas das melhores práticas da TP-Link para a criação de redes domésticas:

1. Utilize um router sem fios: Um router sem fios permite ligar os seus dispositivos à Internet sem fios, eliminando a necessidade de cabos. Certifique-se de escolher um router que suporte as mais recentes normas sem fios, tais como Wi-Fi 6, para garantir o melhor desempenho.

2. Proteja a sua rede: Proteja a sua rede doméstica definindo uma palavra-passe forte para o seu router e permitindo a encriptação. Deve também considerar a utilização de uma rede privada virtual (VPN) para assegurar a sua ligação à Internet e proteger a sua privacidade online.

3. Utilize uma rede separada para convidados: Considere a criação de uma rede sem fios separada para os seus convidados utilizarem (rede guest), para ajudar a proteger a sua rede doméstica contra potenciais ameaças à segurança.

4. Atualize o firmware do seu router: As atualizações do firmware do router incluem frequentemente correções de segurança e melhorias de desempenho. Certifique-se de manter o firmware do seu router atualizado para garantir o melhor desempenho e segurança para a sua rede doméstica.

5. Limite o número de dispositivos ligados à sua rede: Quanto mais dispositivos estiverem ligadosà sua rede, mais lenta será a sua ligação. Considere limitar o número de dispositivos que estão ligados à sua rede num determinado momento para melhorar o desempenho.

Equipamentos como o novo Deco BE33000, apresentado na CES 2023, são uma resposta assertiva a estes e outros desafios. O Deco BE95 recebeu um Prémio de Inovação CES 2023 pelo seu excelente desempenho na próxima geração. Quer seja com ou sem fios, o BE95 fornece conectividade doméstica multi-gigabit completa para entrar numa nova era de 10G. Este produto WiFi 7 quad-band é o mais rápido sistema WiFi 7 quad-band da indústria até agora, apresentando a mais recente banda de 6 GHz, 320 MHz de largura de banda, e 4K-QAM para uma velocidade combinada de até 33 Gbps através de 16 fluxos.

Os fãs de routers com acesso à rede 5G podem ainda encontrar no Deco BE65-5G um aliado perfeito para criarem uma rede doméstica preparada para tudo. Este equipamento combina de forma inovadora a tecnologia 5G com a tecnologia WiFi 7. O 5G traz ligações ultrarrápidas para a sua casa e desbloqueia verdadeiras velocidades WiFi 7. Basta ligar o cartão SIM 5G e jogar com a última geração de WiFi. 

Samsung recebe mais de 50% do custo de cada Pixel 7

08-02-2023 | 09:00 | Aberto até de Madrugada

Uma análise aos componentes do Pixel 7 revela que é responsável por mais de metade do custo do smartphone da Google.

A maioria das empresas não gosta de estar excessivamente dependente de um único fornecedor para os seus produtos, mas no caso da Google parece não estar muito incomodade que mais de metade do custo do seu Pixel 7 vá directamente para os cofres da Samsung.

Uma análise feita pela Counterpoint Research revela que 51% do custo do Pixel 7 é gasto em componentes oriundos da Samsung, seguidos por 7% em componentes próprios e 5% em componentes da Micron.
A peça mais cara continua a ser o ecrã AMOLED de 6.7", representando quase 20% do custo de produção total. Mas a Samsung também fornece os sensores das câmaras e toda a parte de comunicação celular 5G, enquanto os 12 GB de RAM são divididos entre a Samsung e a Micron. Curiosamente, a Google não optou por memória flash da Samsung, optando pela SK Hynix, ou a percentagem referente à Samsung seria ainda maior. E o mesmo acontece com a bateria, que é fornecida pela ATL.

O custo de produção de um Pixel 7 Pro de 12/128 GB é de $414, menos de metade do preço de lançamento de $899. Mas, seguindo a tradição, o preço já sofreu grandes reduções e está disponível por $749. Neste momento podemos apanhr o Pixel 7 Pro na Amazon Espanha por 809 euros.

OnePlus Pad chega em Abril

08-02-2023 | 08:00 | Aberto até de Madrugada

A OnePlus apresentou o seu primeiro tablet, o OnePlus Pad.

O OnePlus Pad vem com ecrã LCD IPS de 11.61", com resolução de 2800x2000 e formato 7:5, e pode chegar aos 144 Hz para experiência de utilização ultra-fluida. O formato é algo incomum, deixando-o entre os mais habituais 3:2 e 4:3, mas facilitando a sua utilização tanto em modo vertical como horizontal, e conta também com margens reduzidas.

No interior a OnePlus optou por um chipset Dimensity 9000, 8 GB de RAM, e 128 GB UFS 3.1, câmara traseira de 13 MP em posição central quando o tablet está deitado, e câmara frontal de 8 MP. A bateria é de 9510 mAh, com autonomia anunciada para 14.5 horas de streaming de vídeo e um mês de standby, com carregamento rápido SuperVOOC de 67 W que promete uma carga completa em 80 minutos.
Como seria de esperar, não faltam acessórios como uma capa magnética que serve de suporte, capa-teclado, e stylus.

A grande incógnita é saber qual será o preço deste tablet, algo que a OnePlus ainda não revelou por agora, dizendo apenas que ficará disponível em Abril.

Google vai censurar imagens explícitas nos resultados das pesquisas

07-02-2023 | 21:00 | Aberto até de Madrugada

Será menos provável alguém deparar-se com imagens "explícitas" ao fazer pesquisas no Google.

Como parte de uma nova ronda de medidas para tornar a internet mais segura para todos, a Google anunciou que irá começar a aplicar um filto de "desfocagem" a imagens explícitas, de cariz sexual ou violento, nos resultados das pesquisas.

Este efeito já é aplicado aos utilizadores que têm a opção SafeSearch activada (e que é aplicada automaticamente a todos os utilizadores com menos de 18 anos e login feito na conta Google), mas irá ser expandida a todos os utilizadores ao longo dos próximos meses.

Quem quiser ver os resultados sem "blur" terá que fazer login na sua conta e desactivar expressamente a função SafeSearch. Uma medida que também não se deixará de poder considerar como uma forma de forçar os utilizadores a ter login feito na conta Google, permitindo à Google recolher mais dados sobre eles num mundo que vai tornando mais difícil fazer o tracking com o fim dos cookies.

Análise aos Huawei FreeBuds 5i

07-02-2023 | 18:30 | Aberto até de Madrugada


Os Huawei FreeBuds 5i constituem-se como um reforço da aposta no mercado de auriculares true stereo sem fios, com a marca chinesa a apresentar um produto de excelente qualidade, por um preço muito competitivo.

Unboxing


Os auriculares surgem em primeiro plano, com a caixa de cartão a apresentar os acessórios num plano inferior.

De um lado, as borrachas com tamanhos alternativos, do outro, o cabo USB-C, para carregamento da caixa de transporte.


Os FreeBuds 5i

Os Freebuds 5i representam uma continuidade em termos de design, face ao apresentado pelos FreeBuds 4i.


Na frente, o logótipo da marca e um led de estado.


A porta USB-C está localizada na base.


Na lateral direita, o botão para activar o modo de sincronização.

Especificações técnicas

  • Auricular
    • Altura: 30.9 mm
    • Comprimento: 21.7 mm
    • Profundidade: 23.9 mm
    • Peso: 4.9 g ± 0.2 g
    • Bateria: 55 mAh
  • Caixa de carregamento
    • Altura: 48.2 mm
    • Comprimento: 61.8 mm
    • Profundidade: 26.9 mm
    • Peso: 33.9 g ± 1.0 g
    • Bateria: 410 mAh
  • Autonomia
    • Com cancelamento de ruído activo ligado
      • Música: 6.0 h
      • Com caixa de transporte: 18.5 h
    • Com cancelamento de ruído activo desligado
      • Música: 7.5 h
      • Com caixa de transporte:28 h
  • Carregamento
    • Auriculares: 60min
    • Caixa de transporte: 110min
  • Bluetooth: BT 5.2
  • Driver: dinâmico, 10 mm
  • Som
    • Cancelamento de ruído activo
    • Cancelamento de ruído em chamadas
    • Modo transparência
  • Resistência a água: IP54

Em utilização



Primeiro impacto: os auriculares continuam a vir posicionados de uma forma que obriga a rodar os mesmos, para os colorar na orelha e no sentido inverso, para os guardar na caixa. Não deixa de ser curioso que esta questão é transversal a muitas marcas, pelo que deverão existir bons motivos para o posicionamento não ser outro.

No que diz respeito á primeira utilização e configuração dos auriculares, não há diferenças face ao apresentado em outros modelos da marca. A aplicação AI Life continua a ser o centro de controlo, podendo ser instalada através da Google Play Store, sendo que de seguida surgirá uma notificação para instalação de uma actualização directamente através da aplicação, com a Huawei a preferir dispensar os serviços da Google para este efeito. Para que tal seja possível, é necessário autorizar a instalação de actualizações através desta fonte.

As acções disponíveis para o duplo toque estão limitadas ao iniciar/parar a reprodução, avançar ou retroceder na lista de conteúdos ou invocar o assistente de voz. Atendendo a que é possível controlar a reprodução de forma automática, com a detecção da posição de instalação, a selecção da faixa pode ser a opção mais conveniente para esta acção.

O toque mantendo a pressão serve apenas para controlar o cancelamento de ruído, ou identificar a música, no caso do smartphone correr a interface EMUI 11 ou mais recente. Estas são as duas únicas possibilidades para os dois auriculares, algo que acaba por ser redutor em termos de funcionalidades.

O controlo do volume, ausente na versão anterior, passa agora a marcar presença nestes FreeBuds 5i, estando disponível em ambos os auriculares, o que acaba por contrabalançar o reduzido número de opções para a pressão continuada nos auriculares.

A linha FreeBuds (X)i tem vindo a apresentar uma evolução bastante interessante. Se no ano transacto tivemos um aumento da potência sonora, este ano, com os FreeBuds 5i, a Huawei apresenta um equilíbrio sonoro muito interessante, melodioso, suportado por um cancelamento de ruído que me fez trocar várias vezes para os Sony WF-1000XM4 , para comparar a excelência destes últimos, com o surpreendente desempenho dos FreeBuds 5i da Huawei.


Em termos de qualidade de som, é significativa a evolução dos FreeBuds 4i para estes 5i, sendo igualmente notória a diferença dos FreeBuds 5i para os SonyWF-1000XM4, auriculares que são de outro campeonato, não sendo por isso de surpreender esta diferença de qualidade sonora (igualmente reflectida no preço do produto).

Já no que diz respeito ao cancelamento de ruído activo, a diferença dos FreeBuds 5i para os Sony WF-1000XM4, já não é tão significativa, sendo na verdade bastante reduzida, com a Huawei a apresentar um conjunto de excelente qualidade em termos de redução do ruído, capaz de mascarar uma elevada diversidade de sons, desde a voz humana, até aos transportes.

A autonomia anunciada (com cancelamento de ruído activo) de 6h, está dentro dos valores apurados ao longo de algumas semanas de utilização. Registou-se uma média entre 15% a 17,5% de consumo (por auricular) para 70 minutos de utilização, o que aponta para uma autonomia entre 6,6 a 7,7h, desempenho ligeiramente superior ao anunciado pela marca.

Após os referidos 70 minutos de utilização, verificou-se um decréscimo de ~10% de carga da caixa de transporte, para repor os 100% em ambos os auriculares. Considerando este consumo, a bateria da caixa disponibiliza capacidade para 11,7h (70 min x 10 carregamentos / 60 min), valor em linha com o previsto nas especificações de produto.

Apreciação final


Os Huawei Freebuds 5i representam uma clara evolução ao modelo lançado no ano anterior, com a marca chinesa a conseguir apresentar melhorias nos pontos menos fortes do equipamento.

Em termos de gestos, passa a estar disponível o controlo do volume, resolvendo assim uma das lacunas anteriormente apontadas. A autonomia também foi revista, ultrapassando inclusivamente o anunciado pela marca, mas a caixa de transporte, com uma bateria com quase o dobro do apresentado nos FreeBuds 4i, ficou aquém do esperado, com um desempenho de apenas 2/3 do esperado. A diferença em questão, face à sua dimensão, poderá estar relacionada com um defeito no produto testado, facto que já foi comunicado à marca.

A qualidade sonora registou uma considerável melhoria, passando para os níveis esperados para o segmento de preço em que estes FreeBuds 5i se inserem. O cancelamento de ruído passou igualmente para um nível superior, estando muito próximo daquilo que os auriculares do segmento premium disponibilizam.

Estes auriculares FreeBuds 5i não estão isentos de pontos menos conseguidos, mas atendendo ao seu desempenho global e ao preço a que se encontram no mercado (99€), são merecedores de um "Escaldante".

Huawei Freebuds 5i

Escaldante

Prós
  • Qualidade do cancelamento de ruído
  • Autonomia dos auriculares

Contras
  • Posicionamento dos auriculares na caixa


Huawei FreeBuds 5i

Escaldante (5/5)

Why You Need to Replace Your utf8_encode and utf8_decode PHP Functions to Prepare to Upgrade to PHP 8.2 and Newer PHP Versions

07-02-2023 | 17:51 | Manuel Lemos

By Manuel Lemos
Old functions like utf8_encode and utf8_decode are deprecated in PHP 8.2 and will be removed in future versions, probably PHP 9.0, according to the plans of PHP core developers.

If you use these functions in the code of your PHP applications, you need to prepare to change your code, so that code will continue to work in future PHP versions.

Read this article to learn more about the changes in these PHP functions and how to make a smooth transition, so your code continues to work in current and future PHP versions.

Notícias do dia

07-02-2023 | 17:30 | Aberto até de Madrugada

Galaxy S23 vem com Android a ocupar 60 GB; Google prepara Chrome a sério para iOS; hélices toroidais prometem drones mais silenciosos; Google apresenta Bard para enfrentar ChatGPT; e Dashlane disponibiliza apps Android e iOS como open-source.

Antes de passarmos às notícias, não deixes de participar no nosso habitual passatempo semanal, que desta vez te pode valer um tapete RGB para rato.

OnePlus 11 sem carregamento wireless

Mais um smartphone da OnePlus, mais um smartphone que não permite carregamento wireless. A desculpa da marca para o OnePlus 11 continua a ser a mesma de sempre, dizendo que o seu sistema de carregamento rápido SUPERVOOC de 100W permite recarregar o smartphone completamente em 25 minutos, e que por isso não é necessário o carregamento wireless - como se uma coisa tivesse qualquer relação com a outra.

O carregamento wireless é um factor de conveniência, que possibilita que um smartphone seja carregado simplesmente ao ser pousado num suporte em cima da secretária, ou no suporte no automóvel, sem que se tenha que andar com a preocupação de acertar com um cabo na ficha correcta (mesmo tendo em conta que o USB-C veio acabar com a maldição de acertar com a orientação correcta da ficha USB).

Com carregamento wireless inverso temos também a possibilidade de usar o smartphone para recarregar os earphones Bluetooth, assumindo que também suportam carregamento wireless, dispensando a preocupação adicional de andar com cabos atrás para precaver contra ficar sem bateria neles no pior momento possível.


WhatsApp oficializa novos Status dos utilizadores

O WhatsApp quer dar mais visibilidade aos novos estados dos utilizadores, que passam a oferecer:
  • Possibilidade de seleccionar quem pode ver os estados.
  • Voice Status com mensagens de voz de até 30 segundos.
  • Status Reactions: possibilidade de reagir aos estados com uma selecção de emoji.
  • Status Profile Rings for New Updates: para facilitar a indicação de alterações a estados directamente das listas de mensagens.
  • Link Previews on Status: possibilidade de ver os previews de links partilhados nos estados.


Utilizadores Mastodon caem após afluxo de saída do Twitter

Depois da vaga inicial de "refugiados" do Twitter, o Mastodon sofre agora uma queda significativa. Depois de ter atingido um pico de 2.5 milhões de utilizadores em Novembro, a plataforma social descentralizada caiu agora para os 1.4 milhões de utilizadores activos mensais. Uma queda significativa mas que continua a representar uma grande salto face aos 380 mil utilizadores mensais que tinha em Outubro.

É uma evolução que já era previsível, com muitos dos utilizadores do Twitter a terem aderido ao Mastodon apenas para "verem como é", e outros que tinham intenções de se mudar para lá a tempo inteiro a descobrirem as dificuldades de recriarem toda a sua rede de contactos que tinham no Twitter. Ainda assim, muitos ex-developers de apps do Twitter estão agora focados em tornar mais apelativa a experiência de utilização do Mastodon, e isso é algo que só começará a fazer efeito ao longo dos próximos meses.

Por outro lado, também não se pode ignorar o efeito, positivo ou negativo, das futuras acções de Elon Musk quanto à direcção a seguir pelo Twitter.


Curtas do dia


Resumo da madrugada



Curiosidade do dia: A Sony foi fundada em 1946, sob o nome Tokyo Tsushin Kogyo. A empresa viria a criar o primeiro gravador de fita magnética japonês, e em 1958 mudaria de nome para Sony, derivado de "sonus", latim para som.

Campanha de descontos para os novos Galaxy S23

07-02-2023 | 16:32 | Apps do Android


A Samsung disponibiliza atá ao próximo dia 16, uma campanha de descontos que acumula com a oferta de equipamentos. 

Foi no passado dia 1 de fevereiro que a Samsung deu a conhecer ao mundo a nova série Galaxy S23, três novos equipamentos que vêm definir uma nova era na experiência de utilização daquela que é a série premium dos equipamentos Samsung Galaxy. Após o anúncio oficial, arrancou a campanha de pré-vendas para quem deseja atualizar o seu Samsung Galaxy ou procura um novo equipamento épico. A mesma está disponível até ao próximo dia 16 de fevereiro e inclui um conjunto de vantagens como descontos de armazenamento e ofertas exclusivas a todos os interessados.

Principais destaques da campanha de pré-vendas dos novos Samsung Galaxy S23:

·        Dobro do armazenamento (512GB ao preço dos 256GB; 256GB ao preço dos 128GB)

·        OFERTA EXCLUSIVA eStore: Campanha de retomas com um desconto extra até 200€ durante a fase de pré-compra. O desconto garantido é de 100€ para o S23, 150€ para o S23+ e S23 Ultra (512GB e 256GB) e 200€ para o S23 Ultra versão de 1TB. São aceites dispositivos em qualquer condição de forma a dar uma nova vida aos dispositivos antigos e reduzir o impacto ambiental.

·        OFERTA EXCLUSIVA eStore: Oferta de Galaxy Buds2 Pro na compra do Galaxy S23 Ultra 1TB (versão 1TB apenas disponível em Samsung.com)

·        OFERTA EXCLUSIVA eStore: Oferta de um Carregador Sem Fios Super Rápido na compra das cores exclusivas Samsung.com (as cores são Graphite e Lime no S23 e S23+ e Graphite, Lime, Sky Blue e Red no S23 Ultra)

Além das ofertas anunciadas, a Samsung disponibiliza diversas formas de pagamento na sua loja online para facilitar a compra dos novos equipamentos. Além de MB WAY, Paypal, Multibanco, e cartão de crédito, tem ainda as seguintes opções:

·        Pagamento em 3 vezes sem juros com Klarna

·        Pagamento em prestações até 36 meses sem juros TAEG 0,0% TAN 0,000% com Santander Consumer Finance



A Samsung volta a apostar no seu serviço de Renting by Evollis. Disponível exclusivamente através da Loja Online Samsung, os clientes interessados podem alugar o seu equipamento por apenas 1€ de pagamento inicial e desde 39.37€ / mês durante 18 meses com seguro premium incluído. Através desta modalidade a Samsung dá aos utilizadores a possibilidade de trocarem de dispositivo a cada 12 meses, ou seja, podem ter sempre a última novidade no que toca à tecnologia.

As vantagens não se ficam por aqui, na compra de qualquer modelo da série Galaxy S23 através da Loja Online Samsung, durante este período, os utilizadores recebem:

·        Acumule 5% do valor em Pontos Samsung Rewards

·        30% de desconto no seguro Samsung Care+

·        25% de desconto extra na compra com o projetor The Freestyle

·        20% de desconto extra na compra com Acessórios, com Galaxy Watch5 ou com Galaxy Buds2 Pro

·        10% de desconto extra com o Galaxy Tab S8

Campanha válida na pré-compra do Samsung Galaxy S23 256GB, S23+ 512GB ou S23 Ultra 512GB, nas cores e nas capacidades de armazenamento identificadas no Regulamento aplicável, entre os dias 01/02/2023 e 16/02/2023, numa das Insígnias Aderentes. Consulte todas as condições desta Campanha no Regulamento disponível em www.samsung.com/pt

Poderá aceder a toda a campanha através dos seguintes links:

Galaxy S23 | S23+: www.samsung.com/pt/smartphones/galaxy-s23/buy/

Galaxy S23 Ultra: http://www.samsung.com/pt/smartphones/galaxy-s23-ultra/buy/

 

Powerbank VRURC 20000mAh a €26

07-02-2023 | 16:30 | Aberto até de Madrugada

Para aqueles que procuram a máxima autonomia longe de uma tomada ou porta USB, este power bank compacto de 20000 mAh assegura que ficarão bem servidos independentemente da ficha necessária.

Os powerbanks há muito que são companhia habitual de muitos utilizadores, permitindo uma utilização intensiva e despreocupada de smartphones e tablets, sabendo-se que a sua autonomia poderá ser prolongada assim que for necessário sem estar dependente da proximidade de uma tomada eléctrica ou carregador. E no caso deste mini powerbank VRURC não só temos uma capacidade generosa, como um tamanho ultra-compacto como suporta USB-C PD de 20W.
Este Powerbank VRURC 20000mAh está disponível por 26.34 euros na Amazon Espanha.

Pode ser recarregado usando uma ficha micro-USB, USB-C, ou Lightning, pelo que estará sempre apto para ser carregado com qualquer cabo e ficha que se tenha à mão. Pode também ser utilizado para recarregar até quatro equipamentos em simultâneo (3x USB-A + 1 x USB-C), o que será apreciado por quem possui múltiplos gadgets a precisar de energia ou quer partilhar o carregamento com amigos.


Segue as melhores promoções do dia no nosso grupo AadM Promos no Facebook.

Hot Wheels: Rift Rally faz corridas em realidade aumentada

07-02-2023 | 15:30 | Aberto até de Madrugada

Temos mais um jogo de carros a testar o mundo da realidade aumentada, o Hot Wheels: Rift Rally.

Principalmente orientado para os fãs de Hot Wheels, este Rift Rally inclui um carro tele-comandado físico, equipado com uma câmara, mas com o intuito de fazer jogos de corridas vistos através de um iPhone, iPad, ou PlayStation. Dessa forma, o cenário da casa onde jogarmos transforma-se num dinâmico percurso de corridas cheio de efeitos e aventuras.

Embora o carro físico seja sempre o mesmo, os jogadores podem escolher entre diversos carros à disposição no ecrã, que são exibidos digitalmente sobre as imagens do mundo real, e capazes de fazer todo o tipo de manobras que seriam impossíveis de fazer na realidade. Enquanto isso, o sistema de controlo também manipula o ângulo de viragem do carro físico, para replicar o efeito que seria esperado das ditas manobras; e também a aceleração é automaticamente ajustada em função do tipo de piso, acelerando automaticamente quando detecta pisos mais difícieis como tapetes.

Com um preço de $130 fica dentro do valor aceitável para algo deste tipo, mas com a limitação de por agora apenas poder ser utilizado com PS4, PS5 e iOS.


O sistema foi desenvolvido pela Velan Studios, que já tinha feito algo idêntico para o Mario Kart da Nintendo.